Quais os sintomas da ansiedade? Quando é preciso se preocupar com ela?

O estado ansioso é definido como um comportamento de alterações físicas (taquicardia, sudorese, hiperventilação, aumento da pressão arterial) e psíquicas (apreensão, inquietude, alerta). Devemos prestar atenção a ansiedade quando esta não for mais eventual diante de episódios isolados, mas contínua e crescente no dia-a-dia. A experiência clínica revela que a ansiedade crônica pode exercer uma influência significativa em comportamentos como isolamento social, distorções de percepção da identidade pessoal e alterações da crítica e do julgamento. Deve-se recorrer à psicoterapia quando a ansiedade e o sofrimento forem expressivos a ponto de limitar a vida diária pela presença de sintomas como distanciamento afetivo, estado de alerta contínuo, pensamentos indesejáveis, insônia, irritação e agressividade.

Trecho de entrevista concedida à UOL.