Site Comunicação Unifesp – Pesquisa da Unifesp apresenta estudos radiológicos que comprovam a eficácia da psicoterapia no cérebro de policiais com estresse pós-traumático

A maioria das pessoas sofreu ou sofrerá um evento potencialmente traumático como perdas, acidentes, doenças, etc. Há uma forte relação entre trauma psicológico e o desenvolvimento do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), que contempla o aparecimento de três grupos de sintomas: revivecência do trauma (memórias traumáticas, pesadelos); evitação/entorpecimento (distância afetiva, anestesia emocional) e hiperestimulação autonômica (estado de alerta, irritabilidade, insônia).

Leia Mais sobre a entrevista