Revista Época – A difícil missão de recomeçar

No sofá da pequena casa de dois cômodos numa vila de ladeira em Realengo, Roberta Rocha vê televisão. Os olhos ficam vidrados no noticiário o dia inteiro. A adolescente de 13 anos não quer perder nenhuma informação sobre a tragédia da Escola Municipal Tasso da Silveira.

Leia Mais sobre a entrevista