Muita alma nessa hora

Mesmo que a vida surpreenda com duros golpes, é possível se esquivar deles e manter o equilíbrio.
Conheça o círculo virtuoso da competição que não produz perdedores.

Na matéria da revista Bons Fluídos, o Dr. Julio Peres explica: “Nossos antepassados precisavam muito mais do registro da dor para sobreviver, porque era ele que os livrava das situações de perigo. É por isso que, até hoje, nos lembramos mais facilmente de situações dolorosas do que das agradáveis, e reagimos espontaneamente para dar conta do pior, mesmo quando não existem riscos reais”.

Veja mais reportagem na íntegra, clicando na imagem:

bons_fluidos_jun.2014_01